Estado deve investir nas pessoas

Já aqui deixei claro que não defendo posições partidárias e procuro ser isento e colocar acima de tudo os interesses nacionais. Por isso, não hesito em realçar palavras que considero patrióticas, sem olhar às cabeças de onde vieram as ideias. Se tais palavras não forem coerentes com as acções de quem as disse, isso não é da minha responsabilidade e só posso lastimar hipocrisias e aldrabices quer sejam enunciadas em campanha eleitoral ou fora dela.

O Estado,deve dar prioridade ao investimento nas pessoas, isto é à educação, à saúde, à justiça, à segurança, ao apoio aos idosos que acabam a vida abandonados, sem um carinho justificado por muitos anos de trabalho.

Nesta ordem de ideias destaco aqui a notícia Líder do PS acusa Governo de “olhar para a saúde como uma despesa”, por vir inserir-se em sintonia com muitos posts aqui colocados. Da notícia extraio as frases:

«António José Seguro, acusou neste sábado o Governo de encarar a saúde “meramente como uma despesa”, alertando para o risco de as medidas levadas a cabo pelo actual Executivo estarem a deixar de fora do Serviço Nacional de Saúde (SNS) os que mais dele necessitam.»

«E acabou por se aproximar de algumas afirmações do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. “Há uma coisa para a qual não pode faltar dinheiro: é prestar cuidados de saúde aos portugueses que mais necessitam”, disse no encerramento do Fórum, recorrendo a uma expressão já utilizada pelo chefe de Estado.»

«a equipa [governamental] com “uma única preocupação, de reduzir a despesa”, uma opção política que na sua opinião estava a atirar “para fora dos cuidados de saúde pessoas que não têm dinheiro e que vivem com maiores dificuldades”.»

E para meditação sobre a necessidade de os governantes pensarem mais nas pessoas, porque as condições de vida das pessoas devem ser consideradas o principal objectivo da governação, para isso tendo de tomar medidas para ser criada riqueza através de uma economia desenvolvida, sugere-se uma visita aos seguintes posts:

Governar com as pessoas, para as pessoas
Recado a jovens economistas e a governantes
Austeridade prejudica os mais pobres
Resolver a crise, pensando nas pessoas
Quem não controla a saúde ???
O pobre consumidor é escravizado
Utentes são os eternos sacrificados
Óptima lição para os governantes
Gestão Pública precisa de profunda reforma
Má gestão. Esbanjamento
Mário Soares alerta para a sensatez
Alerta para risco de «indignação» violenta
Classe média em risco de «implosão»

Imagem de arquivo

This entry was posted in Uncategorized and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s