Direitos das crianças ???

Ontem, ao passar na Praça Sá Carneiro, em Cascais, com chuva forte, temperatura baixa e vento cortante, deparei com uma criança recém-nascida, no centro da relva, desabrigada, sem roupa adequada, que metia dó. Ninguém parecia sentir o desajuste em relação aos propalados direitos das crianças.  Todos passavam indiferentes ou com um rápido desvio do olhar, para a criança.
Caras(os) leitoras(es), a criança, o menino, irá ficar mais de um mês. Já concluíram que não é de carne e osso, mas de porcelana insensível à baixa temperatura, a figura central do presépio.
Esta forma, pretensamente irónica de referir o facto faz pensar que muitos assuntos sérios e que pretendem ser credíveis e impressionar os destinatários das mensagens, perdem força por não se ajustarem às realidades. Quando era pequeno, ouvia dizer «conforme se toca, assim se dança».

E como estas palavras andam á volte do belo presépio de Cascais, aproveito para desejar aos amigos que visitam este espaço um Santo e Feliz Natal, apesar da austeridade a que somos obrigados.

This entry was posted in Uncategorized and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s