A crise obriga a gerir melhor

Nos momentos de dificuldade é indispensável que se defina o que é essencial e se distinga daquilo que é acessório, dispensável. Há que Pensar antes de decidir e há que reduzir as despesas com racionalidae, incluindo decisões como as referidas em Marques Mendes apresenta lista com dezenas de institutos públicos que podem ser extintos

Agora aparece a notícia de que a Califórnia já “cortou” 3.800 viaturas da administração para poupar dinheiro. Este é um bom exemplo que vem do País considerado o mais rico do mundo, o mais evoluído, poderoso e influente.

Oxalá os nossos governantes olhem com atenção para os bons exemplos que chegam de países modernos e, com ponderação, mas sem burocracias emperrantes, tomem as boas decisões para pararmos a decadência em que estamos a ser arrastados para o abismo.

Imagem do Google

This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s