Serviço de Saúde e intenções

Vem o jornal PÚBLICO informar que «Sócrates defende um Serviço Nacional de Saúde “moderno e eficiente», o que seria uma óptima notícia se fosse para acreditar. Mas «de boas intenções está o inferno cheio». Não vivemos de «intenções» mas de realizações.

Segundo consta, há muitos portugueses que dispõem de serviço de saúde moderno e eficiente, mas não é nacional, é espanhol a que os nossos compatriotas moradores perto da raia recorrem com agrado.

Desde quando o sr PM defende tal tipo de SNS? Para quando espera conseguir realizar tal intenção? Porque ainda não o fez? Como explica que as realidades têm evidenciado uma marcha em sentido contrário?

Temos na memória os múltiplos encerramentos de maternidades e centros de saúde e de atendimento permanente e os recuos que vieram anular algumas de tais decisões. Ficamos sem poder acreditar em promessas, principalmente quando vêm ao arrepio das realidades recentes.

This entry was posted in Uncategorized and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s